sábado, 1 de janeiro de 2011

Madeiro


Uma das tradições do Natal, que ainda se mantém em muitas aldeias, é a do madeiro. Os jovens que completam os 18 anos ficam responsáveis por recolher a madeira que é colocada no adro da Igreja. No dia 24 de Dezembro, ao fim da tarde, o madeiro é aceso e fica a arder nos dias seguintes. Passa então a ser o ponto de encontro da população, o local onde se conversa, se canta e se dança. O seu calor ameniza as baixas temperaturas que se fazem sentir no interior do país e aproxima as pessoas. Estas fotos são do madeiro deste ano, de uma pequena aldeia da Beira Baixa, que tem por nome Aranhas.

15 comentários:

teca disse...

Uma tradição interessante. Aquece e enriquece a alma. Enquanto se esquenta, conversa-se! Gostei!

Al. um ano maravilhoso para você,querido.
Um beijo amoroso.

al disse...

Feliz ano de 2011 Teca. Beijos

tossan® disse...

Muito bom!, aqui não existe mais isso os jovens preferem fazer outras coisas mais barulhentas. E o vinho? Felicidade no Ano Novo inteiro. Abraço

Pedrasnuas disse...

O CALOR APROXIMA AS PESSOAS UMAS DAS OUTRAS...

HÁ TRADIÇÕES A NÃO PERDER.

CONTINUAÇÃO DE UM EXCELENTE 2011

E SEMPRE BONS CLIQUES!!!

al disse...

Tossan, por enquanto ainda há regiões em que estas tradições se conseguem manter. Infelizmente, com a desertificação do interior, a tend~encia será para que elas desapareçam...
Feliz 2011.

al disse...

Obrigado Pedras Nuas. Feliz 2011.

Evandro disse...

Caríssimo amigo.

Vejo que nossos blogues são um meio de ficarmos conhecendo um pouco mais dos nossos países.

Belíssimas e ilustrativas estas fotos da fogueira tradicional. Alguém - que neste exato momento não consigo lembrar - já teria dito algo mais ou menos assim: "Se queres ser universal, fala sobre a tua aldeia".

Parece-me que é o que estamos fazendo.

Parabéns, meu amigo! Conhecer-vos foi uma das coisas mais bonitas que já me aconteceu ultimamente.

Meu abraço. Meu carinho. E votos sinceros, do funda d'alma, de que 2011 seja um ano de muita beleza e paz. A todos nós.

Abraço do amigo que desde o lado de cá deste Oceano que nos une, vos guarda com o maior apreço.

Evandro e Família

Folhetim Cultural disse...

Olá feliz 2011! Parabéns pelo vosso blog!
Quero hoje que você possa conhecer o trabalho feito no Folhetim Cultural que é o blog pelo qual sou responsável este abaixo é o endereço:
informativofolhetimcultural.blogspot.com
ontem sábado 1º dia do ano, voltamos com as publicações.
Ás 9 horas da manhã minha coluna poética
Às 13 horas O Poeta entrevista quadro de entrevista
e ás 17 horas Chá das 5 onde um poeta colaborador escreve uma coluna poética. Ao longo da semana atualizações são feitas com noticiário cultural, espero que possa contar com seu apoio nessa empreitada e que possa opinar sobre o nosso trabalho agradeço a atenção lhe desejo um ano super!

Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Fernando Santos (Chana) disse...

Bom registo de bela tradição...Espectacular....
Feliz Ano Novo....
Cumprimentos

hesseherre disse...

A vantagem de se morar numa aldeia é que as aproximações entre as pessoas se dão naturalmente, e este encantador costume que deve ser também estendido às joves, pois não? mostra que belas tradições são mantidas...um brinde aos portugueses.

al disse...

Evandro, mto obrigado pelo comentário tão simpático.

Folhetim Cultural, força nessa activiade cultural intensa!

Obrigado Chana.

Hesseherre, a tradição abrange todos os grupos etários das diferentes idades.

Feliz Ano Novo para todos.

J.Ferreira disse...

Ainda há tradições que se vão aguentando.
No Douro sei que também o fazem.
Fotos magníficas.
Bom Ano 2011. Abraço do
JF

al disse...

Obrigado J. Ferreira. Um abraço e feliz 2011.

CR disse...

Al, é sempre um prazer passar pelo teu blog. Quero deixar aqui o desejo de um excelente ano.
Um abraço.

al disse...

Obrigado igualmente CR. Bom ano.