domingo, 11 de março de 2012

Tejo

Percorro o rio com o olhar,
encostado à pedra do cais
contemplando o vogar das sombras devagar...
(...)
em lenta e penosa agonia
sonhando poder renascer no fim de uma noite fria...

(Ritual Tejo)

9 comentários:

CR disse...

Excelente trabalho Al.
Abraço.

al disse...

Obrigado CR.

Justine disse...

Foto sombria, tal como o triste poema...
Excelente conjunto!

al disse...

Obrigado Justine.
Beijo

:.tossan® disse...

Muito lindo! Um pouco triste, mas faz parte do contexto! Abraço

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonita perspetiva apresentada do olhar sobre a paisagem!

abraço

al disse...

Mais nostálgico do que triste Tossan... Há momentos assim.

Obrigado Rui Pires.

Abraço

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente trabalho...
Cumprimentos

al disse...

Obrigado Chana.
Abraço